Saiba por que você deveria investir na análise de dados estratégicos

Aprofunde seus conhecimentos profissionais com nossos artigos ricos e gratuitos.

O planejamento de uma empresa envolve a coleta e a análise de dados estratégicos, que servem para otimizar a gestão, facilitando, inclusive, a análise do mercado, a avaliação do público consumidor e o conhecimento das ações desenvolvidas pela concorrência.

A jornada de compras dos consumidores mudou, os hábitos de consumo modificam-se rapidamente, e a empresa tem que acompanhar essa evolução. Os dados estratégicos servem para isso. Eles contribuem para que a organização consiga se atualizar sobre as tendências do mercado e possa inovar-se conforme as novas necessidades e perspectivas.

Analisar os dados permite que a empresa antecipe-se às mudanças, tornando-se uma pioneira e abrindo novos caminhos. Que tal saber mais sobre o assunto? Continue a leitura e entenda sobre a importância de investir na análise de dados estratégicos!

A análise do mercado

Para monitorar um mercado altamente competitivo e conseguir êxito em suas iniciativas, é preciso que a empresa apreenda o enorme volume de informações que são produzidas a todo momento e efetue uma gestão inteligente, gerando conhecimentos importantes que embasem a tomada de decisões.

É comum que as organizações encarem o desafio de receber muitos dados provenientes de origens variadas.

Se o banco de dados for bem estruturado, a empresa terá condições de conhecer melhor o perfil do cliente, verificar seus hábitos de consumo, definir iniciativas que poderão fidelizá-lo, captar novos clientes com ações de marketing, campanhas customizadas e outras medidas que permitam a expansão do negócio.

As informações estão muito mais complexas. Atualmente, as melhores estratégias se fundamentam em dados, assegurando ganhos efetivos para a organização.

A importância de investir em dados estratégicos

Podemos entender a importância dos dados estratégicos pelos benefícios que proporcionam. Veja alguns pontos, em lista resumida, a seguir.

O conhecimento do cliente

Todo negócio tem sua razão de existir estreitamente ligada ao cliente, pois é para ele que o produto ou o serviço será oferecido. É essencial conhecer o perfil do cliente, seus desejos, suas expectativas. Para obter essas informações, todos os indícios deixados por ele nos canais que utiliza são valiosos.

Como estamos na era da hiperconectividade, sempre deixamos rastros no ambiente digital. Toda informação captada na internet pode contribuir para montar o perfil comportamental de um cliente associado ao negócio.

Quando o consumidor acessa a loja virtual ou mesmo o blog da empresa, os pontos de interesse são evidenciados com base nos logs de acesso e de visualização ou dos cliques. Caso ele realize alguma compra no site, pode-se criar um histórico de estatísticas que revelam as tendências de consumo.

Quando o consumidor publica em alguma rede social um comentário sobre a organização, fica registrada uma opinião sobre a marca. Se ele registra uma queixa, fica evidenciado seu nível de insatisfação. Esses são dados estratégicos que contribuem para estruturar um arquétipo de cliente, uma persona (que é o perfil ideal de cliente para a empresa).

Assim, a organização poderá reunir esforços no sentido de alcançar a satisfação e o engajamento do público consumidor.

A agilidade nas respostas

As companhias que analisam os dados desenvolvem um potencial vantajoso, conseguindo fazer previsões, evitar riscos e dar respostas ágeis às mudanças de mercado.

Modernamente, a agilidade é um dos requisitos de todos que estão envolvidos. Com a concorrência intensa, se a empresa não atender ao cliente no momento em que ele necessita dela, o concorrente intervém e presta o atendimento desejado.

A rapidez com que os cenários se modificam obriga a empresa a se ajustar à nova realidade. Esse é um dos principais critérios na coleta de dados estratégicos de todos os ambientes e elementos que fazem parte da gestão corporativa.

O reconhecimento do mercado

Uma empresa participa de um ambiente complexo, formado por pessoas que apresentam diferentes interesses associados ao negócio. Alguns compram o produto, contratam o serviço. Outros fornecem os insumos. Existem também aqueles que disputam o mesmo espaço.

É necessário conhecer bem esse cenário para conseguir posicionar o negócio de forma favorável. Deve-se saber entender o terreno em que se trabalha, os consumidores em geral e os clientes em particular, a influência dos concorrentes, os parceiros em potencial, os tipos de fornecedor.

Enfim, a análise do ambiente externo permite identificar oportunidades e ameaças.

A melhoria na tomada de decisões

O diagnóstico integral dos eventos que se desenrolam no dia a dia, principalmente fora da empresa, a partir dos dados coletados, promove a visualização das falhas e limitações do negócio, mas também ajuda a identificar os pontos positivos dele.

Podem ser desenvolvidas estratégias para potencializar os pontos favoráveis e minimizar os aspectos desfavoráveis. Assim, os gestores têm base confiável para tomar decisões, traçando estratégias oportunas que ajudarão a incrementar os resultados.

A geração de economia

A análise de dados estratégicos possibilita detectar desperdícios ou mesmo o aproveitamento inadequado de algum fator que potencializa a rentabilidade do negócio. A empresa poderá, então, adotar um novo posicionamento diante do fato, buscando definir novos rumos para que os ganhos sejam maximizados.

A geração de economia e a potencialização dos lucros são um efeito dos outros benefícios que a análise de dados estratégicos proporciona.

Essa consequência tão vantajosa justifica, para os gestores, a decisão de investir de forma sistemática na coleta e análise de dados que podem se transformar em informações de grande valia para a empresa.

O diferencial competitivo

Quando existe um entendimento claro sobre o posicionamento da organização no mercado e sobre o que o público-alvo efetivamente deseja e precisa, a empresa tem condições de ir mais além, ultrapassando as entregas óbvias.

Ela pode ampliar seus horizontes e produzir resultados além das expectativas. Começa a ter viabilidade a criação de serviços e/ou produtos com características diferenciadas, que a concorrência não oferece.

Não se trata de algo impraticável, pois basta identificar algum gap na verificação apurada dos dados sobre o mercado ou algum ponto fraco nos concorrentes.

Por exemplo, a empresa pode ocupar um segmento ainda não explorado, sem dono, ou gerar alguma coisa melhor quando comparada ao que já existe no mercado. São formas de diferenciar o negócio e ter a chance de atingir um melhor posicionamento em sua trajetória.

Depois de mostrarmos a importância de trabalhar com dados estratégicos, vale a pena uma recomendação extra: conte com o apoio de uma empresa especializada em inteligência de mercado. Essa parceira saberá trabalhar todos os pontos citados no texto com muito mais foco e eficiência. Isso acontece porque ela pode oferecer as estratégias mais eficazes para a utilização de dados.

A ITB é uma empresa de inteligência de mercado que oferece uma plataforma com foco no aumento da geração de demanda B2B para seus clientes. Seu principal objetivo é captar dados de mercado que sirvam para ajudar o cliente na formulação de estratégias de marketing e vendas.

Continue se aperfeiçoando e aprenda mais baixando o e-book que é um verdadeiro guia sobre o uso de dados estratégicos, com dicas e aplicações!


Artigos Relacionados