Clipadoras x Cortex: Qual é a diferença?

Clipadoras x Cortex: Qual é a diferença?

Aprofunde seus conhecimentos profissionais com nossos artigos ricos e gratuitos.

As clipadoras são empresas responsáveis por encontrar, organizar e arquivar as menções às organizações ou pessoas clientes. Elas têm um papel relevante, porém diferente do que é feito por uma empresa como a Cortex.

Em linhas gerais, as clipadoras levantam os resultados alcançados pelos assessores de imprensa no que diz respeito a emplacar uma marca na mídia jornalística. Já a Cortex fornece uma solução de Comunicação Estratégica e Reputação, dotando comunicadores e analistas de RP das empresas de inteligência de dados.

Com a plataforma da Cortex, o clipping passa a ser feito em tempo real e num nível de maior profundidade; mais analítico, contemplando a estratégia global do negócio. Ela potencializa, por exemplo, a mensuração quantitativa e qualitativa dos resultados, inclusive do ponto de vista financeiro (ROI).

Vamos elaborar melhor essa diferenciação ao longo deste artigo, no qual você vai ver:

  • o que fazem as clipadoras e por que o trabalho delas é "old school";
  • em quais frentes elas se diferenciam do que a Cortex oferece;
  • por que contar com a ferramenta da Cortex torna as áreas de Comunicação e RP mais estratégicas;
  • como partir do clipping tradicional para a inteligência de Comunicação;
  • e muito mais.

Acompanhe!

Qual é o papel das clipadoras?

As clipadoras, basicamente, rastreiam veículos de mídia jornalística em busca de menções à marca de seu cliente, seja uma pessoa ou uma empresa. Elas fazem isso normalmente monitorando TV, rádio e internet, de maneira manual ou com a ajuda de ferramentas tecnológicas.

É importante saber que esse trabalho de "recorte" (do inglês clipp) é feito quando há a menção explícita. Isso porque o objetivo é mostrar taxativamente quando a marca é mencionada — o que, muitas vezes, deixa escapar inferências, ou menções indiretas.

Sendo assim, o produto entregue ao cliente pela clippadora é chamado de clipping — um arquivo com prints de textos e imagens e descrição de matérias veiculadas eletronicamente. Em alguns casos, trechos de materiais audiovisuais também são anexados, diária, semanal e/ou mensalmente. 

Por que a Cortex vai além do que as clipadoras podem oferecer?

Outro ponto que merece atenção é o fato de o clipping tradicional estar um pouco defasado neste novo momento em que vivemos. Ou seja, ele já não atende à complexidade trazida pela mídia convergente, pela ascensão das redes sociais e suas bolhas de informação, entre outras realidades da era dos dados.

Logo, não é incorreto dizer que o trabalho das clipadoras tende a desaparecer. Especialmente porque muitas empresas estão entendendo que precisam de um monitoramento de mídia mais contextual, ágil e amparado por dados.

Neste movimento, destacam-se plataformas como a que a Cortex oferece ao mercado. Isso porque há nestes sistemas um nível técnico mais aprofundado, permitindo automatização do acompanhamento das menções, inclusive com amparo da Inteligência Artificial.

O que a Cortex faz

Basicamente, essa ferramenta proporciona a "onisciência" tão necessária atualmente. Ela é desenvolvida para o time de Comunicação lidar com a esfera da opinião pública largamente ampliada pelas mídias digitais. E permite acompanhar em tempo real o que dizem jornalistas, mas também líderes de opinião, influenciadores e o público em geral. 

A solução da Cortex é superior ao que as clipadoras oferecem, pois fornece dinamicidade ao trabalho dos profissionais encarregados de estruturar e executar a Comunicação Estratégica. E essa é uma necessidade cada vez mais latente: mais de 90% dos gestores de negócios dizem esperar que os comunicadores corporativos sejam fortes analistas de dados, segundo levantamento global da Cision.

Outro aspecto que revela a superioridade do sistema da Cortex frente às clipadoras é o monitoramento de tendências de mídia. Ou seja, a possibilidade de os comunicadores perceberem as temáticas que tendem a entrar no debate coletivo para, a partir disso:

  • antever possíveis crises de imagem — assuntos sensíveis a marca ou a seu segmento de mercado ganhando a imprensa ou as trends das redes;
  • encontrar oportunidades de diálogo com públicos específicos — produção de conteúdo em canais próprios ou como sugestão de pauta para repórteres;
  • analisar comportamentos de público-alvo, agentes midiáticos e influenciadores — para criar ações comunicacionais mais direcionadas;
  • diferenciar-se da concorrência — por ser mais ágil em perceber o que é relevante para o público-alvo e a sociedade em geral;
  • entre outras vantagens.

Por que a Cortex entrega mais que uma clippadora

A solução de Comunicação Estratégica e Reputação da Cortex vai além do clipping tradicional. Ela fornece a gestores e analistas de Comunicação e RP:

  • monitoramento integrado de mídias, inclusive das tendências midiáticas;
  • análises aprofundadas da contribuição da área para os objetivos estratégicos do negócio;
  • recursos, dados e insights para gestão de reputação e gerenciamento de crises de imagem;
  • dashboards completos para benchmarking competitivo — comparação realista/contextualizada com a concorrência;
  • mensuração de resultados globais e em nível granular, com dados quantitativos e qualitativos — rompendo com a tradição de demonstrar resultados de maneira subjetiva;
  • detecção, análise e acompanhamento de bolhas de informação;
  • e muito mais.

 Coletânea de Cases de Comunicação: como usar dados para fazer uma verdadeira revolução na área - 2a edição

Clipadoras x Cortex: a diferença está na Inteligência de Comunicação

Empresas e times de Comunicação que entendem a importância de monitorar mídias de maneira estratégica já sabem que o clipping tradicional é coisa do passado. Elas sentem, cada vez mais, bater à porta a necessidade de monitorar mídias como parte de uma estratégia mais ampla.

Por isso, investem na solução da Cortex, que é considerada a mais importante da América Latina.

O que buscam essas organizações é ampliar a Inteligência de Comunicação, fornecendo aos profissionais da área tecnologia e poder analítico. Para acompanhar as menções da marca em tempo real, de maneira contextualizada e em conexão com os esforços de elevação da reputação corporativa.   

Em resumo, essas organizações já entenderam que as clipadoras são limitadas para seus atuais objetivos de Comunicação e Relações Públicas. 

[Cartilha] Do clipping tradicional à inteligência de comunicação


Sobre a Cortex

A Cortex é a empresa número 1 em soluções de inteligência para crescimento. Caso queira saber como analisar sua reputação e dos concorrentes em todas as mídias online e offline com monitoramento integrado em tempo real, conheça nossa solução de Comunicação Estratégica e Reputação.

Ou, se preferir, não perca tempo: agende uma conversa com a equipe de especialistas  Cortex e traga sua estratégia de comunicação para a era dos dados.


Artigos Relacionados