Enriquecimento e higienização de base de dados: por que e como fazer isso na sua empresa?

Aprofunde seus conhecimentos profissionais com nossos artigos ricos e gratuitos.

Antes de entrar nos conceitos de enriquecimento e higienização de base de dados, vamos conferir um panorama da Forbes que mostra a realidade dos cientistas de dados. Sabia que 80% desses profissionais passam a maior parte do tempo combinando informações irrelevantes ou desestruturadas antes que possam usá-las proveitosamente?

Se você não trabalha diretamente com ciência de dados pode não sentir esse problema na pele. Mas isso não quer dizer que essa não seja uma questão importante para toda a companhia. Então, o que acha de ver um exemplo bem prático de como essa realidade afeta o cotidiano empresarial como um todo?

Segundo a Mckinsey, os vendedores gastam em média 20% de seu tempo buscando e analisando informações pouco estruturadas nas bases de dados corporativas. Isso totaliza 400 horas anuais!

Você já pensou em quanto isso afeta a produtividade dos profissionais, sejam eles da área de TI ou de outros departamentos? E o que esse tempo perdido representa em termos financeiros?

Sim, é um desafio gigante e precisa entrar em debate. Por isso, trazemos neste artigo uma explicação aprofundada dos conceitos de enriquecimento e higienização de base de dados.

Continue lendo para entender como e por que higienizar e enriquecer dados das bases de dados do seu negócio!

O que é higienização de base de dados

Houve um tempo em que faltavam dados. Hoje isso não acontece mais. Porém, o problema agora é o excesso de informações. Isso é uma questão ainda maior quando elas estão em estado bruto. Ou seja, desconexas ou fora de contexto e, por isso, consideradas “sujas” e “pobres”.

Para se ter uma ideia, um estudo global da Deloitte revelou que 71% dos executivos conseguem garantir que apenas 50% das informações das suas bases de dados entregam uma boa precisão.

É aí que a abordagem da higienização de base de dados se torna fundamental. Ela, em rápida definição, é o processo de averiguar todos os dados em uma base e remover ou atualizar aqueles que estão incompletos, incorretos, mal formatados, duplicados ou são irrelevantes

Também chamada de limpeza de base de dados, essa estratégia envolve ainda o rejuvenescimento de dados antigos —  no jargão dos profissionais da área, “dados envelhecem como peixes, nunca como vinho”.

Por que é importante higienizar os dados corporativos

Os dados estão quase sempre evoluindo, por causa uma série de fatores e, então, precisam passar por atualizações. As informações registradas no CRM, por exemplo, se desatualizam quando os contatos comerciais mudam de endereço. 

Ao depurar suas bases de dados, as empresas garantem que seus planos de ação estão sendo guiados por informações que traduzem a realidade. Da mesma forma, têm a certeza de que as decisões orientadas por relatórios analíticos não trarão surpresas desagradáveis.

Outras razões práticas que demonstram a importância da higienização de bases de dados são:

  • estabelecer confiança nos dados de agora e do futuro;
  • potencializar os resultados, eliminando tarefas manuais de organização e processamento dos dados;
  • reduzir erros de estimativa ou interpretação de cenários (problemas em processos, indicadores financeiros, mapeamento de concorrência, etc);
  • garantir uma gestão inteligente guiada por dados seguros, atualizados de fácil acessibilidade. 

O que é enriquecimento de base de dados

Enquanto a higienização de base de dados serve para limpar apenas o que é relevante e atualizado, existe uma outra vertente que complementa essas informações.

Trata-se do enriquecimento de dados, que diz respeito a um tipo de integração de dados, preenchendo os detalhes que faltam para, entre outras razões, ver um problema e sua solução mais claramente. 

Na prática, o enriquecimento é realizado anexando-se um ou mais conjuntos de informações a outros atributos e valores de diferentes coleções de dados. Frequentemente, essa integração se dá por meio da fusão entre uma fonte externa autorizada com um banco de dados interno.

Sendo assim, o grande objetivo dessa estratégia é tornar os dados brutos mais úteis e detalhados (ricos). Isso faz com que seja possível, por exemplo, personalizar campanhas de marketing ou abordagens comerciais. 

Quais são os benefícios de enriquecer dados da empresa

Normalmente, as empresas empregam o enriquecimento de dados para aumentar qualitativamente os conjuntos de informações que possuem e, assim, melhorar a eficiência das conclusões que podem surgir a partir delas. 

Em suma, os benefícios de enriquecer dados corporativos são:

  • a prática certifica uma coleta eficiente de dados valiosos — o exercício de enriquecimento torna a ação de separar o joio do trigo mais rotineira;
  • melhora a precisão das informações, a medida que há garantia de que elas estão sempre contextualizadas;
  • garante economia de tempo e dinheiro — não há mais necessidade de parar atividades essenciais para buscar informações mais aprofundadas, pois a base disponível é rica o suficiente;
  • facilita a conformidade com regras de mercado e legislações (a Lei Geral de Proteção de Dados, por exemplo).

Qual a relação entre higienização e enriquecimento de dados

É importante não confundir os conceitos de enriquecimento e higienização de base de dados.

Como já dissemos, a higienização envolve a detecção e remoção de dados incorretos ou corrompidos. Por outro lado, o enriquecimento refere-se a refinar, melhorar e/ou aprimorar dados brutos, especialmente antes da integração com bases de terceiros.

Contudo, é verdade que a linha entre essas duas abordagens está ficando mais tênue. Isso porque muitas ferramentas avançadas oferecem uma combinação de serviços de enriquecimento e higienização de base de dados.

Na prática, antes de enriquecê-los, sempre é preciso higienizar a base já existente. E mais: tanto a higienização quanto o enriquecimento devem acontecer continuamente. Afinal, a dinâmica de produção, captação, processamento e análise de dados é cada vez mais frequente nas organizações. 

Logo, tenha em mente que ao buscar uma aplicação ou um serviço, você precisa saber se sua necessidade imediata é de enriquecimento ou de higienização de base de dados. Isso porque, a depender da sua demanda, os fornecedores de tecnologia para estes fins podem sugerir a melhor abordagem. 

Como aprimorar suas bases de dados com tecnologia

Por fim, é preciso ter em mente que enriquecer e higienizar dados não são um trabalho manual. Pelo contrário, quanto mais automatizados forem esses processos, mais efetivos e proveitosos eles serão. 

A boa notícia é que já existem no mercado excelentes ferramentas de enriquecimento e higienização de bases de dados. As melhores são desenvolvidas sob o guarda-chuva da Inteligência Artificial e evoluem conforme a complexidade da era dos dados aumenta. O aprendizado de máquina e os algoritmos de última geração são bons exemplos.

Essas soluções são úteis para lidar com grandes volumes de dados e obter insights específicos de negócios. Em outras palavras, elas:

  • ampliam a melhoria dos dados internos — porque permitem a limpeza conforme critérios específicos do momento;
  • facilitam a incorporação de novas bases — pois combinam, incrementam e ampliam seu valor informacional.  

Checklist para a implementação de soluções de dados

Contudo, antes de adotar uma plataforma para esta finalidade é bom fazer algumas lições de casa, quais sejam:

  • melhorar a captação e no armazenamento dos dados — por exemplo, evitando o excesso de bancos de dados;
  • sensibilizar as equipes para as práticas da higienização e enriquecimento — para que os usuários mesmos consigam expor suas dificuldades com as bases de dados existentes;
  • ampliar as capacidades analíticas dos profissionais que tomam decisões a partir de dados — também neste caso, os feedbacks trazidos por eles são importantes;
  • analisar e tomar nota das principais dificuldades relacionadas aos conjuntos de dados que a empresa possui — pois levá-las em detalhes ao fornecedor de tecnologia fará o projeto andar muito mais rapidamente.  

Uma solução bastante interessante é a plataforma de B2B Sales Intelligence da Cortex, voltada para inteligência de dados das áreas comerciais. Além de facilitar a limpeza e o enriquecimento de dados, ela amplia o conhecimento de seu mercado em detalhes, descortina novos nichos e muito mais. 

Com a plataforma de B2B Sales Intelligence, você e seu time obtêm, por exemplo, cobertura global, qualidade e precisão de contatos. Ela é a principal alternativa de empresas que querem enriquecer e higienizar bases de dados e usar a Inteligência Artificial para acelerar as vendas. 

Resumindo…

Enriquecimento e higienização de dados são práticas cada vez mais necessárias nas empresas data driven. Afinal, ambos os processos visam garantir que as bases de dados que comandam as operações e as estratégias corporativas estejam sempre relevantes, ordenadas e ricas em conteúdo. 

A limpeza de dados ocorre em bancos de dados existentes. Trata-se de consertar, organizar e otimizar o que já está lá para uso. Já o enriquecimento, por sua vez, examina o que está em seu banco de dados, encontrando lacunas e adicionando informações, muitas vezes de fontes externas. 

Fazer isso de maneira manual é praticamente impossível. Por isso, a melhor escolha é adotar uma ferramenta especializada, que conte com Inteligência Artificial. 


Sobre a Cortex

A Cortex é a empresa número 1 em soluções de inteligência para crescimento. Caso queira saber como prospectar clientes com inteligência de dados, conheça a plataforma de B2B Sales Intelligence.

Ou, se tiver urgência, não perca tempo: agende uma conversa com a equipe de especialistas Cortex e descubra como economizar centenas de horas dos times de inteligência.


Artigos Relacionados