O novo papel das áreas e profissionais de Inteligência de Mercado

Aprofunde seus conhecimentos profissionais com nossos artigos ricos e gratuitos.

Você vai ler os seguintes tópicos sobre a nova área de inteligência de mercado:

  • As percepções de profissionais de Inteligência de Mercado (IM) sobre a relevância de suas áreas no cenário da crise;
  • Como a transformação digital se conecta aos desafios de Inteligência;
  • Novas perspectivas para a gestão de dados em IM.

A Inteligência de Mercado é um elemento inseparável de qualquer planejamento de negócio eficaz, pois é a área de conhecimento responsável por fornecer informações importantes sobre concorrentes, público-alvo e tendências do segmento de atuação. 

Essas informações são obtidas a partir da coleta de dados, o que gera insights e soluções inteligentes para seu negócio.

Não é novidade para ninguém que a pandemia do coronavírus reconfigurou comportamentos e trouxe severas mudanças ao mercado e à já consolidada transformação digital. Prova disso é que, das empresas em funcionamento no país, 37,5% afirmam terem sido afetadas negativamente em suas atividades, segundo o IBGE.

Para entender como essa realidade impactou os profissionais de Inteligência de Mercado, a Cortex ouviu mais de 70 pessoas da área na pesquisa “Benchmarking das Áreas de Inteligência”, realizada entre junho e julho de 2020. 

Alguns dos principais resultados você confere nesse post!

Novas demandas para os profissionais de Inteligência de Mercado

Para resistir à crise, empresas e profissionais precisaram rever processos e se adequar à realidade do trabalho remoto. Isso ainda representa um grande desafio para instituições pouco inseridas no contexto de transformação digital, sabia?

Diante de circunstâncias imprevistas e um longo período de incertezas, dar suporte e apresentar dados para auxiliar as tomadas de decisão em níveis estratégicos nunca foi tão importante. Nesse sentido, organizações com setores de Inteligência bem estruturados e apoiados pela tecnologia saíram na frente. 

Agora que boa parte das empresas já redesenhou seus caminhos para enfrentar os novos e atuais desafios, algumas questões podem surgir: 

Afinal, qual é o novo papel das áreas e profissionais de Inteligência de Mercado? Quais tendências devem guiar os próximos movimentos nesse setor? Continue lendo para descobrir!

1) Transformação digital: desafio para profissionais de Inteligência de Mercado

No contexto da crise causada pelo coronavírus, a transformação digital ainda é um desafio para 38,9% dos profissionais de Inteligência de Mercado. 

Além disso, 65% desses profissionais afirmaram que as companhias nas quais trabalham sofreram impactos grandes ou muito grandes. Isso quer dizer que minimizar os efeitos da crise provavelmente esteve entre as prioridades do negócio.

Nesse sentido, as tecnologias de dados já vêm sendo utilizadas há alguns anos para impulsionar a geração de insights de negócios em grandes empresas. Contudo, o mapeamento de novas oportunidades é apenas uma das possibilidades que a cultura data driven oferece. A análise de dados vem sendo um fator-chave para tomar decisões assertivas para mitigar riscos para as organizações.

Portanto, investir em tecnologia se tornou ainda mais importante para navegar nas transformações e agilizar processos analíticos, inserindo a cultura ágil no dia a dia das organizações. Dessa forma, profissionais e empresas podem suprimir os esforços manuais e fornecer direcionamentos concretos para gestores do negócio.

Entretanto, ainda há um longo caminho a seguir nesta nova era dos dados. Não é à toa que 79% dos profissionais ouvidos no nosso Benchmarking  consideram suas áreas pouco amadurecidas no uso de data science.

Portanto, aprimorar o olhar sobre dados ou até mesmo dar início a uma cultura data driven nas empresas deixou de ser um plano para o futuro. A realidade bateu à porta para muitas companhias e investir em inteligência se tornou prioridade.

Afinal, entender como os mercados, a política e a economia são afetados por fatores externos e imprevisíveis como o coronavírus agora é decisivo.

2) Melhor uso de dados externos para Inteligência de Mercado

Na prática, todas as mudanças provocadas pela pandemia revelam um papel ainda mais importante das áreas de Inteligência de Mercado, que passam a fornecer insumos para que as organizações saibam se posicionar da melhor forma.. 

Os dados externos, por exemplo, são informações valiosas sobre o ambiente global em que a empresa está inserida. Por meio deles, é possível gerar insights importantes, considerando fatores como:

  • mudanças no setor;
  • comportamento do consumidor;
  • estratégias dos concorrentes;
  • tendências capazes de gerar novas oportunidades de negócio;
  • questões políticas, sociais ou econômicas. 

Também é nesse contexto mencionado acima que se percebe a importância do monitoramento de mídias, uma atividade que vem deixando de ser exclusiva das áreas de Comunicação corporativa e agora se mostra fundamental para as áreas de Inteligência. 

Isso porque acompanhar as oscilações do mercado em tempo real e incorporar esse tipo de análise à estratégia pode proporcionar maior segurança e assertividade nas tomadas de decisão.

Além disso, uma tendência é que os dados externos e de mercado se tornem cada vez mais relevantes ao planejamento estratégico das empresas, auxiliando em previsões de vendas, análises do mercado endereçável, do cenário político-econômico, dentre outros.

Um uso importante de informações externas, por exemplo, está na comparação e mensuração de resultados das estratégias de concorrentes com a da sua própria companhia. A análise permite um diagnóstico global de erros e acertos que tendem a aperfeiçoar a atuação do seu negócio no segmento.

banner dados externos inteligencia de mercado

3) Insuficiência de ferramentas para aplicar soluções inteligentes

Apenas 22% dos profissionais de Inteligência consideram suficientes as ferramentas adotadas por suas empresas.

Dessa forma, o desafio da transformação digital pode estar relacionado à insuficiência ferramental nas organizações, situação apontada por 56,9% dos profissionais de Inteligência de Mercado.

Contudo, as expectativas de melhorias são positivas. Isso porque 62% dos participantes em cargos de liderança também percebem a necessidade de ampliar o uso de ferramentas e 44% do total de respondentes afirmaram que suas empresas de fato pretendem investir em tecnologias.

Os indicadores acima não só confirmam uma tendência de 2020, como provavelmente indicam um impulso na velocidade com que novos softwares incorporam-se à rotina das empresas.

4) Áreas de Inteligência: mais relevantes no contexto atual

Com a transformação digital se tornando tão importante para a sobrevivência das empresas, o setor de Inteligência de Mercado pode ter muitas oportunidades a caminho.

De acordo com 65,3% das pessoas que participaram do benchmarking, as áreas de Inteligência se tornaram mais relevantes dentro das empresas no contexto da crise causada pela Covid-19.

Não é à toa que, segundo a UOL, a área de Inteligência de Negócios está entre as 8 mais promissoras para o mercado pós-pandemia. Portanto, é fundamental se atentar ao novo perfil do profissional de Inteligência de Mercado e se adequar às novas demandas do setor.

Esse é o momento oportuno para profissionais de Inteligência de Mercado assumirem o protagonismo

Assim, o suporte da tecnologia surge como um aspecto importante nesse movimento, uma vez que com ele é possível abastecer diversas áreas da empresa – vendas, logística, compras, marketing e tantas outras – com dados relevantes para planejar novas ações, encontrar oportunidades no mercado e tomar decisões ágeis e eficazes.

Resumindo… O que você aprendeu sobre as mudanças na área de Inteligência de Mercado?

  • A crise causada pela Covid-19 obrigou muitas empresas a se movimentarem rumo à transformação digital e ao aprimoramento da gestão de dados. Além disso, informações do mercado, externos ao dia a dia da companhia, passaram a ter um papel ainda mais importante nas decisões de negócio;
  • Decisores que automatizarem processos envolvendo dados o quanto antes tendem a aumentar as chances de pioneirismo da empresa. Isso porque muitos segmentos no mercado brasileiro ainda não se beneficiam da cultura data driven para mapear oportunidades;
  • As áreas e profissionais de Inteligência de Mercado vivem um momento propício para assumir o protagonismo e influenciar nas tomadas de decisões dentro das organizações.

Nesse contexto, o Cortex MI surge como a ferramenta ideal para coordenar as ações de empresas com dados insights alinhados com os objetivos do planejamento estratégico.

Portanto, com ele, você pode implementar uma área de Inteligência de Mercado mais eficaz para os resultados do negócio, aumentando de maneira considerável indicadores de venda e de customer success.

Gostou do conteúdo? Esperamos ter esclarecido todas as suas dúvidas sobre o novo papel da área de Inteligência de Mercado nesse intenso processo de transformação digital.

Para mais artigos como esse, continue acompanhando nosso blog! Até a próxima!


Sobre a Cortex

Cortex é a empresa número 1 em soluções de inteligência para crescimento. Caso queira saber como ter insights mais ágeis e inteligentes na sua empresa, conheça o Cortex MI.

Ou, se tiver urgência, não perca tempo: agende uma conversa com a equipe de especialistas Cortex e descubra como otimizar o tempo dos times de inteligência.


Cadastre-se para receber nossos conteúdos do blog