Conheça as principais tendências de inteligência de negócios

Aprofunde seus conhecimentos profissionais com nossos artigos ricos e gratuitos.

A inteligência de mercado — o uso de ferramentas para capturar e analisar dados relevantes para o planejamento estratégico, também chamado de inteligência de negócios ou Business Intelligence (BI) — tem se mostrado uma excelente aliada para a tomada de decisão dentro das empresas.

Ainda que essa tecnologia já tenha nascido com características inovadoras, temos observado um avanço significativo nas soluções nesse campo. Por esse motivo, estar atento às suas novidades é essencial para que a organização se mantenha competitiva diante dos concorrentes.

Quer saber quais são as principais tendências de BI e como elas podem ser significativas para o seu negócio? É o que você confere a seguir!

Linguagem natural

O avanço do processamento da linguagem natural, ou Natural Language Processing (NLP), está facilitando a interação entre humanos e máquinas. Em vez de depender de um teclado ou uma tela para isso, basta usar um dos meios mais espontâneos que conhecemos para estabelecer a comunicação: a voz.

Com base nisso, as soluções mais modernas de BI oferecem aos usuários a possibilidade de usar a fala para visualizar os dados que desejam.

É só fazer perguntas dentro do contexto do negócio, o que dispensa à experiência um conhecimento profundo sobre o funcionamento de uma ferramenta de inteligência de mercado. Trata-se de um modelo self-service, uma forma mais intuitiva de usufruir os benefícios do Business Intelligence.

Inteligência artificial

Os algoritmos de inteligência artificial (IA) já vêm sendo utilizados em aplicações como:

  • sistemas de detecção de fraudes de empresas de cartão de crédito;
  • recomendação personalizada de produtos de e-commerces;
  • análise de desempenho de processos em sistemas ERP.

Com a inteligência de negócios, a IA pode ser útil para automatizar tarefas que demandariam tempo demais para um humano. É o caso de avaliar a qualidade dos dados de entrada ou mesmo de examinar as informações já armazenadas em busca de erros e inconsistências.

Outra possibilidade seria utilizar a própria IA para indicar qual é a melhor decisão estratégica a ser tomada. O único porém é que nem sempre os métodos em questão são claros o suficiente. Isso significa que a máquina pode usar uma lógica questionável para sustentar as suas conclusões, sem que os executivos percebam isso.

Aqui entra o conceito de AI explicável, em que os profissionais de dados e gestores conseguem entender os modelos que a inteligência artificial aplica nas suas escolhas, o que possibilita resultados mais transparentes e compreensíveis.

Storytelling

Talvez você esteja estranhando o fato de o storytelling constar entre as tendências de inteligência de negócios, mas verá que faz todo o sentido.

A ideia é que o storytelling forneça o contexto necessário para os envolvidos absorverem melhor o que os dados por trás de estatísticas, tabelas e gráficos querem dizer.

Por meio de histórias envolventes e narrativas relevantes para os tomadores de decisão, os insights obtidos com as ferramentas de BI acabam sendo mais úteis, além de demonstrar com maior clareza a visão geral das análises.

Lembrando que existe um forte componente de persuasão no storytelling, o que vai exigir que o colaborador que tem essa função não tenha a intensão de enviesar as decisões, devendo ser, portanto, o mais imparcial possível.

Análise acionável

A análise acionável consiste em incorporar o conhecimento extraído de uma análise de inteligência de negócios diretamente no fluxo de trabalho dos colaboradores.

Isso quer dizer que eles não precisarão consultar uma plataforma de BI ou pedir para um analista de dados examinar as informações e só então escolher as ações que tomarão em seguida.

Com a análise acionável, esses insights ficarão disponíveis nas ferramentas que as pessoas usam durante a rotina de trabalho, como um aplicativo móvel da empresa, um CRM ou outro sistema corporativo.

Assim, os departamentos passam a apresentar menos distrações durante as etapas de decisão, já que receberão dados contextualizados segundo a demanda analítica, deixando os processos mais rápidos e eficientes.

Democratização das ferramentas

É um mito achar que os sistemas de BI só têm utilidade nas grandes empresas. As startups e empresas de pequeno e médio porte também podem usar essas ferramentas para entender melhor o mercado, encontrar oportunidades que contribuam para o desenvolvimento do negócio e obter outras vantagens competitivas.

A maior barreira para isso, contundo, era o alto custo de uma plataforma de Business Intelligence. Acontece que têm surgido fornecedores com ótimas soluções do gênero, disponibilizando, inclusive, softwares como serviço (SaaS) via web por preços que cabem no orçamento.

Com essa democratização do BI, a tendência é que organizações mais enxutas consigam realizar análises de dados consistentes sem precisar formar uma equipe especificamente para isso e, muito menos, contratar programas caros para fazer esses diagnósticos.

Inteligência de negócios colaborativa

O BI colaborativo é uma consequência da maior parte das tendências que vimos até aqui. A ideia é que o uso dessa tecnologia não fique restrita aos analistas e líderes da empresa, mas sim que seja adotada — mesmo que em menor escala — por todos os departamentos.

Isso se dá por meio da combinação entre as ferramentas de Business Intelligence e sistemas com funcionalidade de colaboração, como um fórum, wiki, ou até mesmo uma rede social interna.

Além de intensificar o entendimento do valor da análise de dados para o sucesso do negócio, essa medida busca fortalecer a cultura data-driven. Assim, a organização deixa claro que todos podem contribuir com novas fontes de dados e sugestões, incentivando que as pessoas tenham seus próprios insights para a evolução do negócio.

Essas são apenas algumas das tendências de inteligência de negócios que podemos esperar para os próximos anos. Com o passar do tempo, certamente veremos muitas outras novidades surgirem nesse campo promissor, que continuará a ser um diferencial para escolhas mais acertadas e mais impactantes dentro das empresas.

Gostou deste artigo? Aumentamos sua empolgação em relação às inovações que podemos esperar das aplicações de BI? Então fique por dentro dos conteúdos de inteligência de mercado, marketing, vendas e tecnologia que publicamos aqui no blog. Assine já a newsletter e receba as nossas atualizações diretamente no seu e-mail!

[rock-convert-cta id=”2532″]


Cadastre-se para receber nossos conteúdos do blog